Pneus maiores e com menos pressão podem ser mais rápidos

Como trabalho de graduação em Educação Física, Peter Nilges pesquisou sobre diferentes medidas e pressões de pneus de bicicleta. Seu estudo tinha como finalidade saber qual configuração era a mais rápida.

Foram analisados três tipos de pneus com diferentes medidas e pressões em cada um. Um pequeno exército de 350 atletas percorreram 150Km em uma pista de 460 metros e foi somado 8.500 metros de altitude acumulados.

Os pneus que Peter Nilges escolheu para seu estudo foram estes:

pneu-mais-rapido-revista-bike-up_

1 : Albert Brothers, nas medidas de 2.1 a 2.35″
2 : Racing Ralph, nas medidas 2.1 a 2.4″
3 : Schwalbe Fast Fred, nas medidas 2.0 a 2.35″

As pressões escolhidas para os testes foram quatro: 21, 28, 43 e 57 psi.

A medição da energia das pedaladas foram captadas por um medidor de potência SRM. E para se eliminar o fator arrasto aerodinâmico sob a medição, foi fixado a velocidade máxima de 9,5 km/h aos atletas.

O efeito das diferentes medidas de pneus

Os pneus utilizados no estudo de Peter Nilges possuiam medidas entre 2.0″ e 2.4″, ou então, de 50mm a 62mm.

A diferença do contato do pneu com o solo você pode visualizar pela ilustração abaixo:

pneu-mais-rapido-revista-bike-up__

Pneus mais finos projetam um desenho mais fino e comprido no solo. Já os pneus maiores projetam um desenho mais largo, porém mais curto. E é esta característica dos pneus maiores que pode ser entendido como motivo de serem melhores na rolagem.

Analisando os números

Todos os pneus rodaram em suas diferenças medidas e com as quatro pressões estabelecidas rodaram em grama, cascalho e asfalto. Como imaginado, na grama foi onde os pneus tiveram uma maior resistência à rolagem. No asfalto teve a menor resistência, ou seja, rolavam mais “soltos”.

O modelo de pneu Albert Brothers, por causa das formas e disposições de seus cravos, foi o pneu mais “agarrado” nos três tipos de piso/terreno.

Já o pneu modelo Racing Ralph rolou mais “solto” no asfalto que o Schwalbe Fast Fred. Todas essas diferentes são por causa das características de cada um dos pneus. Espaçamentos, desenhos e altura dos cravos são fatores fundamentais para a perfomance dos pneus.O pneu Racing Ralph, como outro exemplo, é mais “solto” porque as duas linhas centrais de cravos quase formam uma crista única, diminuindo a área em contato com o solo.

Os pneus com menos cravos e mais áreas lisas, ou cravos bem pequenos, faz com que o pneu se molde com mais precisão às irregularidades dos terrenos.

Enquanto que nos pneus de bicicletas road a diferença entre as medidas 700×21 e 700×23 não são tão significativas, nos pneus de bicicletas mountain bike as diferenças são enormes!

A influência do tamanho do pneu

pneu-mais-rapido-revista-bike-up___

E não basta dizer que quanto maior, melhor. Também pode-se afirmar que quanto menos pressão mais fácil o pneu rola na superfície! Mas, por quê? A resposta é bem simples:

“Um pneu mais largo e com calibragem mais baixa, amplia a área de contato com o solo e não afunda, não cava o solo, o contrário do pneu mais fino e com pressões mais altas.”

Pegando-se os números referente aos testes na grama, quando usado pneus maiores, economiza-se em torno de 15 Watts para se manter a mesma velocidade de quando usou-se pneus menores (mais finos). Lembre-se que no ciclismo, 15 Watts é bastante coisa!

Quer mais números? Abaixando-se a pressão dos pneus de 57psi para 21psi, você economizará em torno de 20 Watts nas pedaladas. Ainda não convencido? Se você rodar com esse pneu largo calibrado com 21psi, e depois rodar no mesmo trecho com pneus mais finos a 57psi, você precisará ter 50 Watts extras nas pernas para manter a mesma velocidade.

Mas tudo isso só funciona com pneus caros?

Não. Pneus mais simples e pesados, que muitas vezes também são mais baratos, possuem sua vantagem na história de economizar energia ou ir mais rápido.

Um pneu mais grosso e também mais pesado é mais lento para acelerar na grama. Você precisa de cerca de 4 Watts a mais no processo de aceleração. Porém, lembre-se que depois de embalado, pneus mais largos precisa de cerca de 15 Watts a menos para manterem a velocidade.

Enfim: Mais conforto, tração e… Mais velocidade!

Aumente o tamanho dos pneus da sua bicicleta e baixe a pressão que você está acostumado a usar. Com certeza sentirá a diferença: você estará indo mais rápido e com mais conforto.

Uma modelo X de pneu, com uma medida Y e uma pressão Z, formam um conjunto de variáveis que precisam ser analisadas por cada piloto individualmente. O que funciona para um não necessariamente funcionará para outro.

Seu peso juntamente com seu estilo de pilotagem serão fatores a serem levados em consideração quando você escolher ser mais rápido.

Share